O Teatro do Oba-oba. Liderança em apuros.



Risinhos. Brincadeirinhas. Falatório generalizado. Deboches e gracinhas. A liderança tenta se comunicar, mas é interferido a cada centésimo de segundo. Caos generalizado. Não. Não é uma cena de um filme pastelão. Isso é mais um dia de “ensaio” na vida de um líder, ou, o que supostamente esperava que fosse.

Talvez você seja esse líder, talvez você seja um desses “liderados”... Será que você está sendo realmente um “líder”? É porque, bem, até onde eu sei, um líder, lidera. Comanda, inspira, guia,conduz. E Será que você está sendo realmente um liderado? Ou prefere ser um animal selvagem, que nunca se permitirá “domar”?
Numa reunião para ensaio de teatro, sobretudo teatro cristão, é preciso existir ordem. É preciso haver respeito pelo líder, saber se colocar no “seu” lugar. Se Deus te quisesse na liderança, já o teria feito, então contenha-se e aceite ser liderado.
-              Eu sou um bom ator! – afirma.
Eu digo, que adianta achar que é “bom ator”, se você não permite ser instruído? Será que você é mesmo um “bom” ator? É nisso que você se garante para adotar um caráter arrogante e insubordinado, como se fosse insubstituível? Lembremos do rei Saul.
E você, líder que deixa tudo correr solto... Bem, tenho fé que talvez você não quisesse que fosse assim, mas “a coisa toda tomou um rumo, que ficou fora do meu controle” ou “pior ainda quando se trata de adolescentes, eles simplesmente não obedecem.”
Você pode ainda viver a “crítica fase adolescente”, mas não precisa exalar um comportamento infantil. Sobretudo quando há expectativa em torno de você, uma esperança ínfima que você ostente uma atitude responsável e de comprometimento com o grupo de teatro. Seu líder, que te entregou o melhor papel da peça, é um dos que você decepciona e talvez o único que acredita em você, no seu potencial e talento. E você fica aí no ensaio, prejudicando a si e a todo o grupo, amarrando os Planos de Deus, para vocês e para a comunidade, atrasando todo o projeto. Dizem por aí, que nem é necessário que satanás se preocupe em atrapalhar o andamento do seu Grupo, você, liderado indomável, já faz isso por ele, satisfatoriamente. Desculpe, mas era pra doer onde bater mesmo.
Quanto ao meu bravo e perseverante líder, uma dica para conter as reações desenfreadas dos hormônios adolescentes e juvenis é realizar antes do ensaio, um bom e eficiente exercício de relaxamento, além de impor novas normas, conversar com cada um individualmente, auto-avaliarem-se e se seu grupo for grande, outra dica, divida-o em 2 grupos nos ensaios de acordo com as cenas de cada um, isso diminuirá a quantidade de pessoas nos ensaios e conseqüentemente as brincadeirinhas. E pelo amor de Deus, não esqueça, ore antes, durante e após os ensaios.
Líder sofre, meus amados. Mas é feliz e realizado no que faz. Quem é líder sabe do que falo.  


 Por Luiza Regina Reis
luizareginareis@bol.com.br