Consciência do Ministério TEATRAL

Antes de entrarmos a fundo no assunto, o que é Ministério na obra de Deus para você?
É a função ou cargo que alguém (pessoa, grupo) exerce na igreja? É antes de tudo um chamado.
Consideramos que o ministério teatral é em primeiro lugar uma da forma de cultuarmos e adorarmos ao Senhor. Uma oferta, de louvor e agradecimento pela nossa salvação em Cristo Jesus.
É uma das formas de evangelismo e pregação da palavra de Deus, ao alcance de todas as pessoas que carecem da salvação. (Marcos 16:15).
Podemos identificar várias definições para o Ministério, porém, devemos assumir uma postura, uma real consciência e responsabilidade, para que depois, assim podermos chegar a tudo que definimos. Infelizmente... O que observamos é uma total falta de amor e empenho na obra de Deus. De uma maneira geral... Pessoas interessadas em participar para se divertir e brincar de teatro, sem nenhum compromisso com real objetivo.
Uma das principais preocupações que devemos ter no ministério de teatro é em relação ao "estrelismo", ao “eu sou o melhor”, a soberba, a vaidade muito comuns no meio secular, mas, muito prejudicial em nosso meio. O objetivo de nossa arte não deve ser a promoção pessoal, a fama ou a aclamação pública.
"Importa que Ele cresça e que eu diminua..." A glória do ator e/ou grupo deve ser revertida ao Senhor. Quem deve aparecer é Jesus, quando cedemos espaço para Ele.
Certa vez participamos de um festival de teatro no SESC de São João de Meriti em 1991, chamado "Jesus em cena". Achei super interessante o nome. O objetivo do ministério de teatro é isso: Jesus vivo em cena através dos servos d'Ele.
Atores, diretores, sonoplastas, cenógrafos e outros ungidos dispostos a ser vasos na mão do oleiro. Devemos estar sensíveis à voz do Espírito Santo de Deus, para discernirmos os caminhos aos quais Ele nos tem preparado.


 
----------------------------------

Luciano Esteves Neto
Diretor e fundador do Ministério Cia. Vida de Teatro