Lidando com o Desânimo

Recentemente nosso ministério perdeu duas pessoas. Elas se entregaram ao desânimo e simplesmente desistiram. Lendo o livro de Neemias, vemos que ele enfrentou dificuldades insuperáveis, mas recusou-se a ser derrotado pelo desânimo. Quando entendemos que o desânimo é uma "doença" que precisa de cura, conseguimos destacar quatro causas para ele.


1. Perda de Forças
Uma pessoa nova no ministério geralmente é cheia de ânimo e empolgação. Pode ser que, depois de certo tempo, ela se canse e desanime. Isso porque a novidade já passou. Você já comprou um carro novo? Lembra de quando ele deixou de ser novidade? Provavelmente na metade do pagamento. A metade do caminho é desencorajadora.

2. Perda da Visão
"... e os escombros são muitos." Ne 4:10
A força dos carregadores se consumia e apesar de todo o trabalho, ainda havia mutios escombros. Estava ficando muito cansativo. Eles perderam a visão do muro terminado. Quando, em nosso ministério, perdemos a visão da obra terminada, estagnamos todo o trabalho. Se você é líder, com certeza tem um trabalho muito exigente - talvez até ameaçador - e pessoas difíceis com quem lidar. Você pode facilmente perder a visão do seu trabalho por causa do "entulho" que o cerca.

3. Perda da Confiança
É, prvavelmente, a causa mais devastadora do desanimo. Voltando a Neemias, os obreiros estavam cansados, o muro estava pela metade e havia entulho por toda a parte. Eles disseram: "não podemos edificar o muro". (v.10) Quando você perde as forças e a visão, perde a confiança; perde a motivação. Várias coisas podem levar a isso, mas qualquer que seja a razão, há sempre o sentimento de desânimo que o leva a pensar que nunca vai terminar.

4. Perda de Segurança
"Disseram porém os nossos inimigos: Nada saberão disto, nem verão, até que entremos no meio deles e os matemos; assim, faremos cessar a obra." (v.11)
Os trabalhadores desanimaram quando perderam a segurança. Existem áreas da vida as quais nos agarramos para ter segurança. Uma delas é nosso emprego. Se toda a sua segurança está no seu emprego, basta perdê-lo e o desânimo o derrubará. Você já teve vontade de fugir? Eu já tive, inúmeras vezes. Mas depois de passar pelo desânimo, podemos encontrar uma oportunidade que ofereça uma realização incrível. Talvez você tenha perdido as forças, a visão, a confiança e a segurança. Mas não desista ainda . Há cura que vem do trono do nosso Deus.

ADMINISTRANDO A CURA

Neemias não ignorou o desânimo do povo. Você também não pode ignorar o desânimo. É como ignorar um pneu furado. Ore quanto quiser, dirija o quanto quiser, mas você não pode fazer o ar entrar novamente no pneu. É preciso consertá-lo. As técnicas que Neemais usou para "consertar" o povo funcionam até hoje.

1. Reúna esforços para uma meta.
"Por isso, posicionei alguns do povo atrás dos pontos mais baixos do muro, nos lugares abertos, divididos por famílias, armados de espadas, lanças e arcos." (v.13)
Talvez, assim como os trabalhadores de Neemias, seu ministério esteja dividido demais. Neemias reuniu-os por famílias, e deu a cada uma, uma meta em comum. Eu gosto de pensar que, enquanto ministério, somos uma família, para qualquer ocasião. A família deve ser uma fonte básica de encorajamento. Seguindo o texto bíblico, percebemos que Neemias interrompeu o trabalho. Algumas vezes, a melhor coisa a se fazer é parar um pouco e reunir esforços para continuar.

2. Volte a atenção para o Senhor
"... Não tenham medo deles. Lembrem-se de que o Senhor é grande e temível..." (v.14)
Ao invés de olhar os escombros, precisamos olhar para o Senhor. Como? Lembrando das coisas que o Senhor disse. Tente se lembrar agora de, no mínimo, 5 promessas boas e sólidas. Quando o diabo atacar, você estará preparado com as palavras vivas que contra-atacam - a espada do Espírito, a Palavra de Deus! O cristão deve saber o que Deus disse.
Os indivíduos desanimados pensam principalmente em uma coisa - em si mesmos. Aqueles trabalhadores não eram exceção. Por isso Neemias voltou a atençao deles para o Senhor.

3. Mantenha equilíbrio em seus pensamentos e atos.
" Quando os nossos inimigos descobriram que que sabíamos de tudo e que Deus tinha frustrado a sua trama, todos nós voltamos para o muro, cada um para o seu trabalho. Daquele dia em diante, enquanto a metade dos meus homens fazia o trabalho, a outra metadepermanecia armada de lanças, escudos, arcos e couraças. Os oficiais davam apoio a todo o povo de Judá." (v. 15, 16)
O que isso quer dizer para nós? Neemias tinha trabalhadores e guerreiros. Em um ministério, não dá para trabalhar somente. Por que? Porque precisamos estar atentos ao que nosso inimigo está tentando fazer. Também não podemos só lutar. É exaustivo. Precisa haver um equilíbrio entre as duas coisas.
A Bíblia nos exorta a ficar firmes, a lutar pela fé, a ser fortes na batalha e a ser bons soldados. Devemos equilibrar a fé com a ação.

4. Determine um ponto de reunião.
" ...A obra é grande e extensa, e estamos separados, distantes uns dos outros, ao longo do muro. Do lugar de onde ouvirem o som da trombeta, juntem-se a nós ali. Nosso Deus lutará por nós." (v.19, 20)
Sempre que ouvirem o som da trombeta, corram para o lugar onde se encontra o trombeteiro. Era isso que Neemias queria que o povo fizesse. O princípio era: Não tente lutar sozinho. Precisamos de um amigo íntimo, alguém que se junte a nós quando somos atacados. Quando Elias foi perseguido por Jezabel, ele pediu ao Senhor que tirasse sua vida. Deus não fez isso. Ele o alimentou e depois mostrou a Elias que ele não estava sozinho. Deus deu a ele um companheiro: Eliseu. Você precisa de alguem que seja seu ponto de reunião. É aí que está a sua força.

5. Forme um ministério de serviço a outros.
Neemias os manteve ocupados em um ministério de servir a outros. Eles estavam se ajudado. Não vamos ficar sentados, lambendo as próprias feridas. Precisamos nos ajudar. Vamos procurar cuidar uns dos outros. Vamos servir. Vamos ministrar. O desânimo é uma enfermidade interna. Pode ser difícil lidar com ele, mas não é impossível. Lembre-se dAquele que tem poder para curar qualquer enfermidade.

--------------------------------------
Raquel Araújo