Socorro, não consigo organizar o grupo de teatro! Preciso de ajuda!

Se você abriu este artigo por causa do título, eu gostaria de lhe dizer que você não está sozinho nesta luta.

Eu enfrentei e ainda enfrento os mesmos problemas. Não é fácil às vezes coordenar um grupo. Às vezes, você simplesmente faz o melhor de você e mesmo assim os resultados não aparecem. Sei como é isso.

Mas quero te dizer, que assim como qualquer outro grupo, você precisa aprender umas pequenas técnicas de incentivo e organização para seu grupo sobreviver. Observe as dicas abaixo que você achará as respostas para os seus problemas.


• Oração.
Como está a vida espiritual do seu grupo? Só orando nas vésperas dos ensaios e na véspera da apresentação? Os membros não oram durante a semana? Não jejuam? Posso te dizer que 90% dos problemas estão ai. Porque Deus vai fortalecer seu grupo se você realmente deixar ele trabalhar. E ele só trabalha pela suas orações. (II Crônicas 7:14 ?Leia).

• Responsabilidade.
Você tem responsabilidade? Você chega no horário para os ensaios? Os outros não chegam? É simples. Você possui o telefone, ou o nome de todos os que virão ao ensaio? Já ligou para eles hoje para saber se estão se “lembrando” do próximo ensaio? Faça isso e verá como o problema do horário vai começar a mudar.

• Ânimo.
Seu grupo está desanimado e você não sabe como reverter este caso? Existem várias formas de mudar o ânimo e a estima do grupo. Primeiro: Você é um líder exigente? Você aceita a opinião dos outros? Talvez o grupo precise de uma “comédia” agora ao invés de um “drama” ou talvez o contrário. Lembre-se que quando se ensaia um “drama” é normal que todos fiquem mais sérios e numa comédia o contrário. Segundo: Lembrou de elogiar o trabalho deles? Você não esqueceu que eles deixaram casa, e outros afazeres para vir ao ensaio, esqueceu? Não pense que isso é uma obrigação porque não é. Agradeça pessoalmente um a um e verá como eles se animarão. Terceiro: Existem outros motivos que levam as pessoas a ficarem desanimadas, talvez problemas pessoais. Para isso, o grupo tem que estar sensível quando um membro estiver com problemas. Se uma pessoa não veio ao ensaio por causa de algo em casa, ou no trabalho. Ligue para ele, mostre-se sensível. Peça para os outros ligarem também. Até você precisa de uma injeção de ânimo as vezes. A melhor forma é através de um irmão.

• Planos.
Todos estão sabendo dos planos do grupo? Todos sabem que você quer fazer propagandas, quer distribuir panfletos, anunciar na vizinhança e etc.? O grupo sabe qual é o objetivo do Teatro na igreja? Quais são os planos a curto, médio e a longo prazo do grupo? Se você não sabe, ai vão umas dicas:
Curto prazo: - Alcançar os membros da igreja e fortalecer o grupo, achar novos talentos e aprimorar os já existentes.
Médio prazo: - Apresentar peças em outras igrejas, escolas e até teatros municipais.
Longo prazo: - Tornar-se vários grupos fortes e atuar em vários locais ao mesmo tempo.
Isso é um curso natural do grupo. Irão chegar tempos em que será necessário mais de um grupo na igreja. Seja moderno, entenda que algumas coisas precisam se dividir para multiplicar. Se você exige muito de poucos atores, eles se fadigarão. Coloque alguns atores em uma peça, e outros e outra e assim por diante. Não precisa colocar todo mundo numa única peça que vai, além de saturar, cansar.
Eu já vi pessoas que atuavam em uma peça e cuidavam da luz em outra e assim por diante.

• Além do Ensaio.
Você está com folga entre a apresentação e os ensaios? Está notando que está ficando “maçante” o ensaio? Convide todos para irem em sua casa neste domingo, bem na hora do ensaio. Mas não faça nenhum ensaio. Faça um jantar! Assistam um filme, joguem um jogo, conversem, lembrem bons momentos. Vocês não são “uma peça de teatro”, vocês são um grupo. E todos devem sentir-se a vontade dentro deste grupo. Descontração é muito bom para isso.

• Egocentrismo.
É fato, algumas pessoas são egocêntricas e por mais que você mostre isso, algumas vezes elas não vêem. Então: ORAÇÃO!
Quando vejo um ator se achar superior a outro, eu vou lá e elogio ele, massageio o ego dele, mas ao mesmo tempo eu elogio um outro ator na frente dele e incentivo ele a elogiar também. Você verá como ficam desconcertados. Sei que é um tratamento de “choque” mas eles vão aos poucos deixando de acharem que são os únicos “bons” do grupo. E você não precisa de uma “Estrela” precisa de um “Soldado”. Então, transforme as Estrelas em Soldados.

• Diferenças.
Ninguém é melhor do que ninguém por saber atuar melhor. Eu me considero um bom ator, mas dentro do meu grupo tem atores melhores do que eu (e nunca estudaram o que eu estudei). Por outro lado, tem outros que são um pouco piores. Nunca exponha as falhas dos outros em público. Passe o ensaio, se você ver que um ator não está indo bem, após o ensaio converse com ele, se possível, passe a parte dele individualmente até que ele entenda aonde você quer chegar. Ele não se tornará o melhor da noite para o dia, assim como você não se tornou. Então, tenha paciência!

• Liberdade.
Uma coisa que aprendi é que se todos entendem a peça, todos irão para o fim da peça. Quer ver um exemplo? Contracene esta frase: POR QUE ME TRAIU?
É exatamente isso! Do jeito que você contracenou, não é o mesmo que eu contracenei. Mas a idéia de traição ficou. Entende? Deixe os atores terem liberdade para contracenar da maneira deles. Isso é interpretação! É como cada um vê a cena. Quando um ator de cinema ganha um Oscar, não é pelo que ele falou no filme, mas COMO ele falou! Se o ator quiser chorar nesta frase, deixe-o. A tua função é ser sensível e se não ficar como devia ser, tente mostrar como você quer, mas deixe-o fazer sem “podar”. Lembro-me de um episódio em uma peça que o diretor queria que a fala do meu personagem fosse cômico, mas eu estava só com a metade do texto. Não sabia o que a minha personagem faria no final da peça. Como é que vou adivinhar se não sei o fim da peça? Se ele me dissesse que o fim seria de um jeito, eu seguia para aquele rumo. Aprendemos juntos.
Leiam a peça toda! Todas as falas de todos as personagens!

• Novamente Oração.
Motivos de orações todos temos. Então vamos ser sinceros uns com os outros e vamos pedir para que todos orem pelas causas. Uma coisa que fazemos quando ensaiamos é que todos levem um caderno e uma caneta, tanto para anotar as modificações no texto como para este momento final. Quando além de anotarmos os nomes das pessoas do grupo por quem temos que orar, anotamos os pedidos de todos também. Assim todos levamos para casa a lista de motivos para orarmos. Parece infantil, mas na segunda-feira sempre me ajuda lembrar os motivos que eu vou esquecendo. Faça este teste. Formem um círculo e peça que todos coloquem os motivos de oração e todos, individualmente vão anotando nos seus cadernos os motivos. Peça para que todos orem durante a semana. Isso fortalece o grupo e Deus vai dando as respostas para os problemas.
Lembre-se sempre, mas sempre mesmo! Que vocês são um GRUPO e não apenas um “Peça”.
Um grupo forte abala um país inteiro!
Que Deus abençoe muito o trabalho de vocês.
E... Coloque um pouco de JESUS neste negócio que funciona mesmo! (rs)

------------------------------------

Rogério Cericatto
rogeriocericatto@hotmail.com  
Formado em Administração de Empresas e em Profissional Acting pela Circle in the Square Theatre de New York.